.

29 outubro 2022

Elei√ß√Ķes 2022: Uma aventura da consci√™ncia

✎ Por Mayara Gon√ßalves

Se tem uma coisa que algu√©m que vive no Brasil sabe √© que este pa√≠s n√£o √© para amadores. Desde 2018 (ou 2016, com o golpe?), as terras Tupiniquins t√™m experimentado o gosto amargo do fascismo no poder e, com a perspectiva de uma mudan√ßa advinda das elei√ß√Ķes de 2022, muitas e muitos de n√≥s deixaram a ansiedade negativa de lado para dar lugar √† esperan√ßa de um pa√≠s que sai mais uma vez no mapa da fome e volta a abrigar um lugar de destaque por suas pol√≠ticas educacionais.

Foto por Fernanda Fusco, 2019. Imagem meramente ilustrativa.

N√£o sei quantas/os de voc√™s, educadoras e educadores, ficaram surpresas/os com o resultado do primeiro turno das elei√ß√Ķes (escrevo esse texto para o Fala, Pr√ī! h√° um dia do segundo turno), mas quando digo que esse pa√≠s n√£o √© para amadores √© porque ele √© o √ļnico que tem terraplanistas elegendo um astronauta vendedor de travesseiro.

Al√©m disso, tem a candidata a vice-presidente, mulher com defici√™ncia, que n√£o se posiciona quando questionada se deve escolher entre uma pessoa que defendeu todas as pol√≠ticas de inclus√£o/humaniza√ß√£o de quem √© como n√≥s e um genocida que nos apagou do mapa. At√© observei como a outra candidata de sua chapa nunca a deixou abrir a boca durante suas campanhas, nem sequer no Dia da Pessoa com Defici√™ncia. Mas depois desse posicionamento dela eu "passei um pano", como dizem os jovens. "Passando pano pra latifundi√°ria agro √© pop - nova revela√ß√£o do centr√£o brasileiro, Mayara?" Pois √©. A que ponto chegamos! 

Eu chamo esses pequenos recortes de representa√ß√£o do Brasil atual que, por vezes, n√£o faz sentido algum. E se eu fosse pol√≠tica, que discurso faria na minha posse? Talvez aquele que salva o cora√ß√£o de muitas e muitos em tempos t√£o retr√≥grados como esses. Precisamos de centenas de √Čricas, M√īnicas, S√īnias, Guilhermes e outrEs, gente como a gente, ocupando espa√ßos! Precisamos do povo, desde pequeno, construindo o saber dentro de uma escola centrada nas potencialidades - ao inv√©s de precisar passar seu tempo suplicando aos quatro ventos para que ela continue existindo.


√Č sim uma aventura da consci√™ncia: n√£o s√≥ aquela da qual jorrou esse texto que voc√™ est√° lendo, mas principalmente a de classe - porque s√≥ essa nos faz escolher as batalhas certas para lutar todos os dias. Batalhas que s√≥ as Marias e Jos√©s (que n√£o tiveram outra escolha a n√£o ser viverem como lembran√ßas dentro de n√≥s) sabiam lutar. Para que escritos como o que vem a seguir (que tamb√©m √© fruto dos √ļltimos dias) n√£o precisem ser lidos em voz alta por todas as vozes que, amargas, seguem √† procura do seu tom.

Participação do influenciador Ivan Baron na Super Live Brasil da Esperança

Clique na imagem para ampliar!
Minha perspectiva: olhar atrav√©s das grades e desigualdades. Essa foto que tirei em Positano (da It√°lia agora tamb√©m dominada pela sombra do fascismo) sempre me intrigou. Porque apesar de estar l√° para poder tir√°-la (depois de 5 anos trabalhando direto e virando noite), ficar sentada em minha cadeira de rodas "atr√°s das grades", olhando os barcos dos ric√Ķes que gente da minha classe nunca vai poder ter, me fez pensar em um outro tipo de vida que queria para todo mundo.

Talvez uma em que ninguém precisasse lidar com fronteiras, desigualdades, fome, desconhecimento, apagamento, preconceitos e essa sensação horrível de que, para ter o básico (sim: conhecer outras culturas e vivenciar experiências que agregam em quem somos também faz parte do básico!), você precisa mesmo deixar um pouco de si para o outro e colher os "frutos do seu mérito". Já pensou que loucura o mundo sem essas grades invisíveis que o homem criou para aprisionar a ele mesmo? Em outras formas de viver e de pensar, elas existiriam só para cumprir a doce tarefa de evitar acidentes... e não para separar aqueles que podem, acessam e vivenciam dos demais.

Gostou? Ent√£o deixe seu coment√°rio a√≠ embaixo. Nos vemos na pr√≥xima, pr√īs!

Nenhum coment√°rio:

Postar um coment√°rio

imagem-logo