17 janeiro 2018

Relato de prática: O Grito, de Edvard Munch

No ano passado, nosso grupo de professores decidiu que cada bimestre seria norteado por um tema gerador: um deles, o do terceiro bimestre, foi artes.

Obras expostas em nossa Mostra Cultural
Apesar de já trabalhar com a linguagem ao longo de todo o ano, resolvi focar com a minha turma no estudo de obras de alguns artistas renomados de acordo com nossas necessidades e os temas que fossem surgindo. Uma dessas necessidades foi trabalhar com a identificação e expressão de emoções, já que, além de expormos nossas produções realizadas ao longo do ano, também apresentaríamos uma peça de teatro em nossa Mostra Cultural.

Logo lembrei da série de pinturas expressionistas O Grito, do norueguês Edvard Munch, que traduz toda a sua angústia, desespero e frustração por conta de suas desilusões com a vida:
Eu caminhava com dois amigos - o sol se pôs, o céu tornou-se vermelho-sangue - eu ressenti como que um sopro de melancolia. Parei, apoiei-me no muro, mortalmente fatigado; sobre a cidade e do fiorde, de um azul quase negro, planavam nuvens de sangue e línguas de fogo: meus amigos continuaram seu caminho - eu fiquei no lugar, tremendo de angústia. Parecia-me escutar o grito imenso, infinito, da natureza. (MUNCH apud NAZÁRIO, 1999, p. 151)
Separei a turma em grupos de quatro crianças e entreguei para cada um deles uma cópia impressa da obra. A proposta era que analisassem inicialmente, sem nenhuma intervenção minha, e depois expusessem suas impressões para os seus colegas. Estes momentos de inferências, na minha opinião, são os mais divertidos! Surpreendentemente as crianças se aproximam do significado da obra (embora ela carregue vários para aquele que observa, é claro), encontram detalhes que acabam passando batido para os adultos e muitas vezes desenvolvem histórias a partir do que observam!

Momento de apreciação e compartilhamento das impressões com os colegas
Algumas perguntas que nortearam a nossa apreciação foram: O que vocês estão vendo nesta obra? Quem é esse aqui no meio? O que vocês acham que ele está sentindo e por quê? Como é o cenário? O que vocês sentem ao observar esta obra?

11 janeiro 2018

Lapbook: Mais um recurso de ensino-aprendizagem

Gosto muito de usar o Pinterest para procurar algumas inspirações de atividades ou projetos. Nessas minhas pesquisas descobri o Lapbook, um mini-livro que pode ser utilizado como recurso para o processo de ensino-aprendizagem de qualquer tema, para qualquer faixa etária, e pode ser produzido pelo professor, pela turma ou por cada aluno.

Lapbook das Plantas, confeccionado em 2017 pela turma do Infantil I
O lapbook tem como objetivo reunir informações sobre determinado assunto em uma espécie de pasta confeccionada com papel e assim facilitar o estudo e revisar determinados tópicos. Esses tópicos, diferente de um livro ou caderno convencional, são organizados por abas ou envelopes, facilitando a busca por um assunto específico e possibilitando uma maior interação com o material.
Fotos tiradas pelas crianças, escrita coletiva, colagem, desenho, leitura...
No ano passado, uma das sequências didáticas que realizei com a minha turma de Infantil I (4 a 5 anos) foi a respeito das plantas, seu crescimento, suas principais partes, cuidados e alimentos de origem vegetal. O Lapbook das Plantas foi o resultado desses estudos, onde, aos pouquinhos, incluíamos algumas informações. No final do processo, as crianças manipularam seus livros, relembraram do que aprenderam e levaram para casa para apresentar aos seus familiares.

Montando uma árvore de acordo com as suas partes, ordenando o crescimento da planta e queba-cabeça do jardim
A estrutura do nosso lapbook foi planejada antes mesmo de começarmos a sequência. No entanto, é possível construir com base nas pesquisas e interesses que surgirem ao longo dos estudos, de acordo com a necessidade da sua turma!

Que tal construir um lapbook em 2018? Deixo abaixo algumas imagens que reuni que podem também servir de inspiração para um próximo projeto! Venha contar nos comentários sobre o resultado! 😊


imagem-logo